quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Repelente Caseiro

Hoje vou ensinar uma receitinha caseira de repelente que serve para bebês, crianças, adultos e idosos!

Essa receita foi passada para mim pela agenda da primeira escola que meu filho estudou e no recado dizia que foi passada pelo Corpo de Bombeiros...
Pesquisei e vi que eles recomendam mesmo essa receita!

Eu já fiz e usei aqui em casa, não é como um repelente industrializado, mas é muito bom e quebra um galho para quem tem bebês (que não podem usar os repelentes vendidos no mercado).

Vamos lá:

Ingredientes:

- 500 ml de álcool (vale lembrar que o álcool que compramos hoje em dia nos mercados é aquele que não pega fogo, é bem mais fraco e não faz mal para a pele, até porque ele estará misturado com outros ingredientes).
- 2 colheres (sopa) de cravos da índia.
- 100 ml de óleo de amêndoas (eu comprei aquele que é usado em bebês)

Como fazer:

Eu dividi um litro de álcool em dois recipientes, assim um fica aqui em casa e um levei para a casa da minha sogra (que tem bastante inseto, já que tem muito verde!). Fiz uma receita para cada recipiente.

Então a receita é assim: Coloque os cravos dentro do recipiente com álcool, feche e deixe de molho de 4 a 8 dias, chacoalhando três vezes por dia. Quanto mais tempo ficar infuso o cravo, melhor é. Fica mais concentrado e mais eficaz! Depois desse tempo tire os cravos, se preferir (mas não é necessário) e acrescente o óleo de amêndoas.

Coloque a mistura num recipiente com borrifador para facilitar, caso não seja possível, passe com as mãos mesmo.

Aplique no corpo, principalmente pernas e pés. Nunca passe no rosto!

O ideal é reaplicar a cada 6 horas.

Ah, por ser oleoso, não aconselho a ficar exposto ao sol após aplicá-lo.

Vale lembrar que o cravo, o limão, a laranja e a citronela são repelentes naturais, então se você tem muitos insetos em casa é importante prevenir (principalmente de maneira natural) que eles entrem principalmente nesse momento em que os casos de dengue, zika, chicungunya e febre amarela não param de crescer! Todo o cuidado é pouco!

Como prevenir:

- Vacinas para os casos em que é possível tomá-las (consulte sempre um médico)
- Telas nas portas e janelas
- Repelentes
- Velas de citronela
- Limões e Laranjas cortados ao meio com cravos da índia espetados
- Mosquiteiro de berço e carrinho para bebês e crianças pequenas
- Manter a casa e o quintal limpos e sem locais em que a água fique parada. Água parada, sujeira e entulho trazem o mosquito da dengue e trazem também outros insetos e animais (mosquitos, baratas, aranhas, escorpiões, ratos...) Vamos fazer a nossa parte!




Espero ter ajudado!!!

Lívia.




Nenhum comentário: