sexta-feira, 25 de abril de 2014

... quando os sonhos não se realizam...

Hoje, depois de muito tempo, resolvi vir até aqui e colocar o meu coração nessa postagem!

Já falei aqui no blog sobre a dificuldade que tive para engravidar do Henrique! Pode não parecer muito, mas para mim os 9 meses de tentativas pareceram uma eternidade e até hoje me lembro daqueles meses de ansiedade e frustração como se fossem hoje... Eu não era novinha, mas também não era velha, iniciei as tentativas com 26 anos...
Quando pensei em ser mãe, parei de trabalhar! Queria me dedicar a minha gravidez, sem stress... Queria tempo para curtir minha barrigona, queria tempo para acariciá-la, queria poder relaxar durante a tarde ouvindo música clássica ou de ninar, queria ir ao médico com tranquilidade. Demorou 9 meses para eu engravidar e mesmo assim precisei tomar hormônio para que meu sonho se realizasse. Graças a Deus, consegui! Engravidei, tive uma gestação maravilhosa, do jeito que eu queria, sem enjôos, sem problemas e curti muito cada momento! Preparei com calma o quartinho, lavei as roupinhas, arrumei o armário, as malas e me preparei para receber o presente mais precioso da minha vida! O Henrique chegou cheio de saúde, lindo, fofo... Meu anjo!!!
Ser mãe sempre foi o meu sonho e o Henrique é tão maravilhoso que me fez querer mais um!
Começamos as tentativas logo. O Henrique tinha apenas 1 ano e três meses. Queria muito um segundinho e também queria alguém para brincar com o Henrique, alguém que lhe fizesse companhia e que pudesse compartilhar com ele os bons e maus momentos mesmo no dia em que eu e meu marido não estivéssemos mais aqui...
E aí já se vão 2 anos e sete meses de tentativas, de frustração, de tristezas, de choros...
São 31 meses tentando, esperando que a menstruação não venha, esperando por mais um milagre, esperando, esperando, esperando... Se a menstruação atrasa um dia, a gente se enche de expectativa e logo aquele sonho é destruído pela própria natureza... O pior é que as vezes a menstruação insiste em atrasar 1, 2, 3, 4, 5 dias.... e depois aparece do nada, quase como uma piada!
Além dos atrasos também tem meses em que parece que você vai explodir ou morrer com os sintomas da TPM e em outros nenhum sintoma aparece... Daí, adivinhem: novas expectativas e novas frustrações!!!
Já fizemos todos os exames, já fomos a especialistas e está tudo bem! Nenhum problema fisiológico. Que bom!!! Pelo menos isso!!!
O fato é que eu cansei, joguei a toalha!!!
Não quero mais tentar, quero apenas seguir a minha vida... Não vou me prevenir (ainda), mas não vou mais contar ovulação, não vou mais contar os dias do ciclo, não vou mais ficar esperando que isso aconteça... Na verdade, já não acredito mais que isso possa acontecer!
Dói, dói demais quando meu filho pergunta porque ele não tem um irmão. Dói quando ele entra numa loja pega algo pequenino e diz: "- Isso vai ficar ótimo no meu irmãozinho!". Dói quando me perguntam quando vou encomendar o segundo. Dói cada vez que vejo uma notícia de uma mãe que abandonou um filho, ou jogou no rio, ou matou uma criança inocente...
... dói, mas essa ferida precisa fechar!
Hoje eu já aceitei que a vida é assim: tem mulher que não quer engravidar e engravida, tem mulher que quer e não engravida, tem mulher que tem muitos, tem mulher que não tem nenhum!!!

Eu tenho o Henrique e ele é o meu maior presente!!!
O meu sonho de ter dois não se realizou, mas o meu primeiro sonho já aconteceu, meu primeiro milagre está aqui, cada dia mais fofo, cada dia mais companheiro...

Por isso, deixo aqui o meu recado para ele:

Henrique,

Eu e o papai amamos você! Amamos você mais que tudo!!!
Você é nosso milagre, nosso anjo, nosso filho!
Você é nosso sonho realizado.
Você transformou um casal em uma família,
Transformou a mulher em mãe e
o homem em pai!
Você nos faz cada dia mais felizes!!!
Você é nosso tudo!!!

*          *          *           *          *          *          *          *          *          *          *

Desculpem pelo post longo!

Lívia.