segunda-feira, 22 de julho de 2013

Henrique, nosso maior companheiro!

Li um texto hoje que me fez refletir muito sobre as relações familiares e mais especificamente sobre como as pessoas tentam se livrar de seus filhos nos dias de hoje. Não são todas as pessoas, mas tenho que dizer, a maioria delas!

Para mim e para o meu marido, o Henrique sempre foi a prioridade! É assim até hoje e assim será para sempre!

(imagem tirada da internet)


Quando ouvi a palavra "FÉRIAS", fiquei muito feliz!!! Sem exageros, já estava com saudades do Henrique juntinho de mim todos os dias! Programei muitas coisas para fezermos juntos. Leiam bem: juntos!!!

Passeamos no shopping juntos, Fomos ao cinema juntos, brincamos juntos, ele frequentou aulas de culinária comigo junto! Fomos juntos ao parquinho, fizemos piquenique juntos e dedicamos a maior parte de nossos finais de semana de julho para fazermos coisas interessantes para o Henrique. Fomos ao Museu do Ipiranga (meu marido, o Henrique e eu) a pedidos do nosso pequeno! Fomos à Pinacoteca juntos. Também fomos juntos ao Zooparque de Itatiba!

Costumamos fazer isso mesmo quando o Henrique não está de férias: saímos para almoçar ou jantar juntos (todos sentados à mesa e conversando)! Procuramos fazer atividades do interesse do Henrique.
Brincamos juntos de carrinhos, bola, super-herói, massinha... Desenhamos juntos...

Mesmo quando o levamos aos "plays" dos shoppings, ficamos juntos. Quando é permitido entramos e brincamos com ele. Quando não é permitido, ficamos do lado de fora, conversando e dizendo palavras de incentivo a ele. Nunca o deixamos em algum lugar para brincar ou se distrair e fomos embora para nos livrarmos dele ou da agitação dele!

É claro, que todo casal precisa de um tempo à sós... Eu e meu marido as vezes vamos jantar fora sem o Henrique (isso acontece uma vez a cada 4 meses mais ou menos)... isso não acontece porque queremos nos livrar dele. Fazemos isso de vez em quando apenas para conversarmos mais a fundo... para não perdermos o romantismo... Nesses dias ele dorme na casa de uma das vovós e faz um acampamento!
Por isso, não julgo os casais ou pais que deixam as crianças às vezes para fazerem um programa a dois! Estou me referindo a pais que trabalham o dia todo durante a semana, que mal fazem uma refeição com seus filhos, que os deixam ou em escolas em tempo integral ou com babá o dia todo e que não satisfeitos, arranjam programas para os seus filhos aos finais de semana com a finalidade de descansarem dos mesmos... Programas como: salões de beleza infantis, plays, buffets e aulas de mil e uma coisas!

O Henrique é uma grande companhia, a maior, a melhor!!!

Cada dia mais nos convencemos de que estar com ele é a nossa prioridade e a nossa maior alegria!



Obs: O texto ao qual me referi é este aqui: 
http://umhistoriador.wordpress.com/2013/07/14/vivemos-em-uma-sociedade-doente-que-odeia-conviver-com-suas-criancas/#comment-970


Lívia.


3 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Li
Enfim, encontro alguém como eu: amo filhos e netos por perto...
Sejam todos felizes e abençoados!!!
Bjm de paz e bem

Vivi Masolli disse...

Oi, Li!!!
Tb adoro a cia da minha filha Nara.
Ela é engraçada, extrovertida... Rimos muito juntas, e meu marido também.
Adorei o post. Um beijão!

Flávia Brito disse...

Oi Li, também adoro a companhia da minha pequena, fazemos muitas coisas juntas, mas não tudo. Acho que as vezes precisamos dar umas horinhas dos filhos e eles de nós, não porque não queremos sua companhia ou porque queremos nos livrar, mas sim para criar oportunidades de termos novas conversas e vivenciarmos coisas novas.

Beijos!!!