sexta-feira, 26 de julho de 2013

Dia dos Avós - Data mais do que especial!!!

Eis que hoje é dia 26/07 - Dia dos Avós!



Existem palavras suficientes para homenagear pessoas tão importantes em nossas vidas? Não sei, ou melhor, acredito que não. Vou tentar com aquelas que conheço... O post ficará longo, longo, longo, mas preciso fazer essas homenagens...

Tive a sorte de conhecer 3 dos meus avós! Pessoas incríveis, sábias e bondosas... Irei falar de cada um deles...

* Minha avó Marlene será a primeira pois ela continua aqui com a gente, graças a Deus!
Uma mulher de garra: mãe de 4 filhos, avó de 8 netos e bisavó de um bisneto. Me lembro de quando ainda era criança e implorava para dormir na casa dela que sempre me presenteava com sua deliciosa e doce companhia, com deliciosas comidinhas de casa de vó (couve flor à milanesa, bolinho de chuva e o delicioso bolo de nada). Ela me perguntava que bolo queria que fizesse para mim e minha resposta era: Bolo de nada! O bolo de nada é aquele simples, de trigo, ovos, fermento e sem um sabor específico. Amava!!! E ela, claro, fazia com todo carinho! Faz uns biscoitinhos e crústoles deliciosos!!! Ah, tentou me ensinar a fazer polenta, não sei não, vó... Ainda não saiu como a sua!!!
Foi ela quem passou algumas tardes comigo tentando me ensinar tricô e foi ao lado dela que fiz meu primeiro cachecol! Ah! Adoro beijar o pescoço dela e encher ela de cócegas!!! Ela adora um baralho e com ela aprendi a jogar rouba monte, 21, tranca...
Com ela aprendi muitas coisas... e por isso peço a Deus que a conserve saudável e feliz com agente por muito, muito tempo ainda!!! Vó, amo muito você!!!

* Meu vó Rubens, marido da vó Marlene, infelizmente já se foi. Um homem de bondade extrema. Acolhia pessoas que nem conhecia em sua casa. Não gostava de ver pessoas com fome, com frio e ajudava como podia! Passou por muitas dificuldades na infância e adolescência e penou muito para conseguir tudo o que conseguiu. Construiu ao lado de minha vó uma família unida, estruturada e feliz!
Um cozinheiro de mão cheia: que saudades tenho de alguns quitutes seus, vô! Tem coisas que nunca mais tiveram o mesmo sabor... seus salgadinhos de milho, seus sonhos... e bastava eu falar que estava com vontade de alguma coisa, que lá estava ele a cozinhar para mim!!! Me chamava de "pititinha" e era muito amoroso. Como sinto saudades!!! Vô, aonde quer que o senhor esteja, saiba que jamais te esquecerei e que sinto muito pelo Henrique não ter podido te conhecer... Olhe por mim, vô!!! Também te amo muito!!!

* Meu vô Isidoro. Pai de meu pai. Convivi com ele até os meus 8 anos. Divertido, adorava nadar, tirar uma sesta após o almoço e chupar laranjas do pomar. Um homem trabalhador e fisicamente parecido com Jorge Amado... Saudades de você também, vô!

* Minha vó Isolina. Morreu quando meu pai ainda era criança. Não tive oportunidade de conhecê-la, mas todos dizem que sou a cara dela. Tenho certeza de que sempre olhou por seus filhos, netos...

Não posso deixar de falar aqui dos avós do meu marido. Comecei a namorar muito cedo, com apenas 14 anos. Tenho os avós de meu marido como meus avós também...

* Vô Bala, como diz o nome, muito doce. Não é brasileiro e veio pra cá fugido da guerra após lutar com menos de 18 anos. Um homem que apesar das marcas de tristeza que viveu na sua juventude, tem amor para dar e vender para todos que o cercam! Adora bebezinhos e sempre gostou de encher os netos de doces. É um homem forte, saúde de ferro e que trabalha fora todos os dias até hoje (acreditem ou não, aos quase 90 anos). Me acolheu em sua família com muito carinho e me trata como uma neta legítima! Tenha a certeza de que também tenho muito amor e carinho por você, como se fosse meu avô de sangue!

* Vó Lourdes, sua esposa, apaixonada por flores e plantas. Sempre teve mãos de fada para cuidar de todas as plantas que tinha num enorme jardim. Hoje, é claro, precisa de ajuda para isso, mas mesmo assim, continua a olhar a natureza com olhos apaixonados e cheios de vida e brilho. Batalhadora também, é uma mulher muito forte e lutadora e que também me acolheu em sua família como neta legítima! Ah, sei também que tinha mãos maravilhosas para artesanato e como ela mesma diz, adorava bailes e folia... Não deixe de se divertir só porque está em casa agora, vó. Dá para fazer folia em casa também!!! Também te considero a minha avó e tenho muito amor e carinho por você!

Falarei agora dos outros avós do Rafa, que infelizmente já se foram, mas por quem tenho um carinho e amor muito especial e que participaram da minha vida tanto quanto os outros:

* Vô Paulo, o que nos deixou há menos tempo e o bisavô que teve um contato mais direto com o Henrique por ter morado com a minha sogra por um pequeno período. Um bisavó cheio de amor para dar. Brincava com o Henrique com uma alegria ímpar! O Henrique fala dele até hoje... Um homem carinhoso, quieto, que adorava escutar músicas clássicas, fazer trabalhos manuais e ficar sentado na companhia da família escutando as longas conversas que aconteciam na hora do café da tarde. Apesar de ser mais quieto, era também muito brincalhão e também me tinha como uma neta! ... e eu, é claro, o tinha como meu avô!

* Vó Conceição... Meiga e sempre perfumada. Também cozinhava muito bem! Ria à beça das minhas piadas! Me ensinou a fazer um macarrão maravilhoso e também me ensinou a fazer nhoque. Fez questão de vir de outra cidade para conhecer o Henrique quando ele tinha apenas 11 dias! Sempre foi muito amorosa e era delicioso ouvir suas histórias. Ela era engraçada quando falava e divertia toda a família. Fazia um bolo de nozes delicioso para mim! Às vezes mandava bolinhas de queijo, empadinhas, esfihas e croquete para a minha casa. Estava sempre pensando na gente e quando chegava o nosso aniversário era a primeira a ligar. Ligava cedinho para nos parabenizar! Saudades, vó...


É claro, que não posso deixar de falar dos avós do Henrique. Meus pais e os pais do Rafa...

Não falarei como meus pais ou meus sogros, mas como avó do Henrique.

Hoje em dia os avós têm um papel diferente do que tinham os nossos avós. Os avós de hoje são jovens de mente e espírito, estão ligados no mundo moderno. Entendem de internet, celular, trabalham, saem, se divertem... Isso é ótimo!

* Minha mãe, uma avó que mesmo quando está longe, está pensando no Henrique. Faz as bolachinhas que ele tanto gosta e adora dar presentes fora de hora. Fala com a boca cheia do netinho, se orgulha e conta para todos de suas peripécias! Adora falar com ele no telefone e brinca com ele com os nomes dos amiguinhos da escola...

* Meu pai, um avô daqueles que gosta de sentar no chão e brincar junto. Vira criança junto com o Henrique, se diverte. Finalmente tem um menininho para dividir suas bricadeiras e entrar no mundo mágico dos dragões e super-heróis! Adora bandas de rock e vídeo-game... Tenho certeza de que logo introduzirá o Henrique "nessa vibe"! Rock, o Henrique já adora!!!

* A Rita, mãe do Rafa, que tem aquele jeito mãezona mesmo... Está sempre atenta e se o Henrique piscar diferente ela já sabe que tem alguma coisa errada. Adora tricotar blusas para o neto! Também é muito carinhosa. Gosta de estar sempre presente e aproveitar cada minuto com o Henrique como se fosse o último!

* O Jorge, pai do Rafa, que também é daqueles que gosta de ir para o chão para brincar com o Henrique e sempre é advertido... Sabem por quê? Porque sempre dá um mal jeito nas costas e fica travado a semana toda! Dedicado, gosta de jogar bola com o Henrique no gramado, soltar bolas de sabão e nadar!!!

Então, a todos vocês que são ou foram muito importantes em nossas vidas, que sempre tiveram algo a nos ensinar, que tornaram a nossa vida mais interessante, que tornaram alguns momentos tão especiais (e por isso estarão sempre guardados em nossas lembranças!), deixamos o nosso muito obrigado!

Obrigado em meu nome, em nome do Henrique e em nome do Rafa...

Feliz Dia dos Avós!!! Beijos e muita, muita saúde para que vivam ao nosso lado por muito tempo ainda... Amamos todos vocês!!!

Lívia, Henrique e Rafa...

2 comentários:

Madame Mim disse...

Que delícia de vovôs e vovós hein???Parabens por poder desfrutar de todo carinho, de cada gesto, lições de vida dessas pessoas!!! Elas são fonte de sabedoria e devemos TUDO a eles!!!!Obrigada por compartihar tanto afeto... Que bom q seus filhos possam conviver com essa familia! Adorei, bj!

Madame Mim disse...

Que delícia de vovôs e vovós hein???Parabens por poder desfrutar de todo carinho, de cada gesto, lições de vida dessas pessoas!!! Elas são fonte de sabedoria e devemos TUDO a eles!!!!Obrigada por compartihar tanto afeto... Que bom q seus filhos possam conviver com essa familia! Adorei, bj!