sexta-feira, 24 de maio de 2013

Semana Mundial do Brincar

Hoje estou participando de uma blogagem Coletiva que trata de um assunto muito importante: o brincar.
É brincando que a criança aprende, constrói conceitos, desenvolve diversas habilidades...
Através da brincadeira a criança se socializa, descobre coisas novas, se descobre... Além disso, através das brincadeiras a criança entende melhor sobre o mundo e a sociedade em que vive. Muitas brincadeiras trazem uma história cultural e social por trás delas.

Aqui em casa sempre priorizamos as brincadeiras, as cantigas de roda...

Henrique aos 2 meses brincando no chão.

Henrique sentadinho aos 4 meses brincando na banheirinha
(brincando com água)

Henrique aos 4 meses brincando no chão

Henrique aos 6 meses brincando no piano.

Henrique aos 8 meses brincando com o papai e com o padrinho.

Henrique com 1 ano brincando de roda com as priminhas.
Paradinha para observar a fogueira! 


Henrique com 1 ano e 3 meses brincando com a cachorrinha.

Henrique com 1 ano e 7 meses brincando de desenhar.

Brincando de desenhar

Com 1 ano e 8 meses: brincando com tinta!

1 ano e 8 meses: brincando na areia.

1 ano e 10 meses: brincando com a lanterna.

1 ano e 10 meses: "lendo"!

1 ano e 10 meses: brincando com pedrinhas.

1 ano e 11 meses: pá e vassoura.

1 ano e 11 meses: tocando e cantando!

1 ano e 11 meses: brincando de caminhão.

2 anos e 1 mês: brincando com água!

2 anos e 3 meses: brincando de super-herói - "voando"!

2 anos e 4 meses - com a priminha:
brincando de bolinha de sabão e de correr!!!

2 anos e 5 meses: brincando no parque: areia e carrinhos!!!

2 anos e 10 meses: brincando com folhas e sombras!

Que delícia!!!
Vamos todos, adultos ou crianças, brincar?!


Para finalizar, gostaria de colocar aqui a:


Carta da Aliança pela Infância


A infância é o tempo no qual se aprende sobre todas as coisas essenciais da vida -
Sobre o mundo dos céus e da terra,
Sobre o que é bom, belo e verdadeiro.
A infância é o tempo para amar e ser amado,
Experimentar o medo e aprender a confiar,
Ser verdadeiro e sossegado,
Mas igualmente festejar com alegrias e risos.
As crianças têm o direito de sonhar e crescer em seu próprio tempo,
Elas têm direito de errar,
E o direito de serem desculpadas.
As crianças têm o direito de serem protegidas da violência e da fome,
De terem um lar e serem abrigadas,
É preciso sustentá-las, para que possam crescer com saúde,
Aprender bons hábitos, e receber alimentação equilibrada.
As crianças precisam de pessoas que elas possam respeitar,
Adultos cujos exemplos e amorosa autoridade elas possam seguir,
Elas precisam de vários tipos de experiências – carinho e amabilidade,
Arrojo e coragem, e até travessura e mau comportamento.
Elas precisam de uma viva ligação com a Terra –
Com os animais e com a natureza,
Com famílias e com uma sociedade na qual elas possam se desenvolver como indivíduos.
Elas precisam de momentos de devoção, e espaço para sua curiosidade,
Limites que as protejam e liberdade para a sua criatividade
E tempo para observar, para brincar e para trabalhar.
Elas precisam conhecer os fundamentos da vida
E ter o espaço para descobrir seus próprios princípios.
O espírito da infância pede proteção e cuidados.
Ele é uma parte essencial
Da existência de cada pessoa.

Lívia.




sexta-feira, 17 de maio de 2013

Viradinha Cultural...

E aí, prontos para se divertir com a criançada?
Nesse final de semana tem programação que não acaba mais...
Além de divertido, não deixe de introduzir arte e cultura na vida de seus filhos...

VIRADA CULTURAL DE SÃO PAULO!

Quer ver a programação completa? Acesse o "Para Pequenos"!



Beijos e ótimo final de semana a todos!!!

Lívia.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Mesversário?

(imagem tirada do Google)

Sabe, eu entendo que as mães amam os seus filhos mais que tudo. Sou mãe e sinto o amor transbordar de dentro do meu peito! Acho também que amar um filho é dar carinho, atenção, prestar atenção na criança, adolescente, filho adulto! Amar é ter tempo para brincar um pouquinho, para fazer sua comida predileta de vez em quando, é levá-lo para passear, fazer programas infantis de vez em quando (pelo menos!).
Mãe que é mãe lembra o dia do aniversário do filho! Não tem como ser diferente...
Enquanto eles são pequenos lembramos mês a mês do dia em que nasceram...
1 mês, 2 meses, 3 meses, 4 meses, 5 meses, 6 meses, 7 meses, 8 meses, 9 meses, 10 meses, 11 meses 1 ano (viva!!!) e assim continuamos: 1 ano e 1 mês, 1 ano e 2 meses... e por aí vai...
Sempre que lembramos abraçamos, beijamos, etc... MAS,  o que eu não consigo entender é a mãe comeorar mês a mês o aniversário da criança com festa:

1 mês = bolo, bexigas, docinhos...
2 meses = bolo, bexigas, docinhos...
.
.
.

Eu não entendo! As mães que fazem isso me desculpem, mas acho desnecessário, a criança não entende e os pais gastam dinheiro à toa. Se a vontade é encontrar os amigos, saiam para ir a um restaurante ou barzinho, convidem para a sua casa e peçam uma pizza! Agora comemorar mesverário todos os meses é um pouco exagerado, não é?!
Essa criança ficará mal acostumada com toda a certeza!!!

E vocês que lêem o blog. O que acham?

Lívia.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

BC: Crescendo e Aprendendo...


É... o tempo passa rápido mesmo!!! Em vésperas de Dia das Mães, com o corachão cheio de carinho, amor e emoção...
Henrique aos 1 ano e 11 meses... e... aos 2 anos e 11 meses!!!



Saudades do meu bebê!!!
Amando cada dia mais o meu mocinho!!!

Lívia.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Ser mãe de menino é...

Eu queria ser mãe de menino, mas, quando descobri que ia (de fato) ser mãe de um menino, o meu coração se encheu de medo. Como cuidar de um menino? Achei que não seria capaz! Sempre fui muito feminina e não sabia o que fazer... Como cuidar da higiene do pipi, da fimose? Como brincar de bola e super-heróis?
Aos poucos me tranquilizei, meu marido me disse que eu "tiraria de letra" e que ele estaria sempre ao meu lado para me ajudar, principalmente nos assuntos masculinos!
... e assim foi, e assim é!
Que bom! Que presente maravilhoso Deus me deu. Um menino lindo, meigo, carinhoso e que apesar do meu desabafo no post anterior raramente faz birras ou manhas.







Falando no assunto, tive acesso a um vídeo maravilhoso falando sobre o que é ser mãe de menino. Me emocionei demais, afinal, é tudo isso e mais um pouco o que sinto ao ter meu pequeno por perto!

Segue aqui, o texto do vídeo:

"Mulher.
Mãe...
Mãe de menino!
Ser mãe de menino é aprender a jogar bola,
é brincar de carrinho, caixa de papelão, futebol de botão e pensar...
Por que não fiz tudo isso na minha infância se é tão divertido?
É aprender o nome de diferentes tipos de caminhões, carros,
aviões, foguetes e demais veículos.
Conhecer todos os super-heróis pelo nome, uniforme e super-poderes.
Ser camarada de monstros, lobos, vilões e demais seres fantásticos,
é ser pirata, motorista, piloto de avião, super-herói e dinossauro.
É assumir papel de herói ou vilão, e ajudante nas missões impossíveis.
É se preparar porque a cada dia tem uma nova emoção.
... novas lágrimas escondidas. (porque homem não chora...)
Ser mãe de menino é ser "milagrosa" com os machucados.
É ter pique para acompanhá-los na imaginação...
e correr e correr; e correr e pular e... correr mais um pouco.
Ser mãe de menino é sentir-se uma princesa protegida de monstros e bicho-papão,
é descobrir que a cor azul é tão linda quanto a rosa.
É conviver com o "monta e desmonta",
é ganhar beijo na boca,
é ser chamada de linda,
e ter a face acariciada...
é ser abraçada e beijada várias vezes ao dia!
Ser mãe de menino é ouvir das pessoas que o sexo masculino é estúpido e mal educado...
e, provar com muito carinho que isso dependerá muito da educação que ele vai receber!
Dependerá do amor que a mãe semeará no coração do seu pequeno homem!"

(texto adaptado de Cris Guariba)

https://www.facebook.com/photo.php?v=442928239121737&set=vb.433204980094063&type=2&theater

É assim com o Henrique! Me sinto a princesa da casa, ouço várias vezes ao dia que sou linda, uma gata, fofinha, que sou a vida dele. Sou abraçada e beijada o dia todo! Sou vilã, heroína, mocinha... Sou jogadora de futebol, tênis, basquete e golfe. Sou atleta, companheira... Sou animais do zoológico, sou filhinha... Onde estou o Henrique está junto... Se estou arrumando o quarto, ele leva os seus brinquedos até lá para ficar pertinho de mim! Se estou na cozinha quer me ajudar a cozinhar! Se estou no escritório, ele quer desenhar e pintar ao meu lado!
Sinto que há entre nós dois uma cumplicidade única!

Para mães de meninos e para mães de meninas, para a minha mãe, minha sogra, minhas avós:
Feliz Dia das Mães e obrigada por tudo!!!
Amo vocês!!!

Obrigada Henrique por ter feito de mim sua MÃE!

Confiram também outra homenagem a minha mãe e minha sogra, e para todas as mamães leitoras lá no "Para Pequenos": http://www.para-pequenos.blogspot.com.br/2013/05/hoje-e-dia-de.html

Lívia.