quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Medo de se tornar pai e mãe? (parte II)

(imagem tirada da internet)


No post anterior escrevi sobre os contras da paternidade/maternidade, mas coloquei que depois deles, a gente se encontra e enxerga apenas os prós... Algumas pessoas que leram o meu post falaram que eu coloquei um pouquinho de medo ao invés de tirá-lo!!! Na verdade, só quis mostrar a realidade e colocar que apesar de não ser como brincar de boneca, ser pai e mãe vale MUITO a pena!!! É a melhor coisa do mundo!!! Mas, temos responsabilidades com nossos filhos. Uma grande responsabilidade...


Bom, esclarecimentos à parte,venho falar sobre perguntas que ouço e muitas vezes já escutei... e tentar mostrar que devemos sim ter filhos!!!

1-) _ Seu filho é tão calminho. Sua gravidez foi tranquila?

Sim, minha gravidez foi muito tranquila! Resolvi parar de trabalhar antes mesmo de engravidar, quando tomei a decisão de que queria me tornar mãe... Demorei para engravidar e depois que engravidei aproveitei cada segundo... Curti minha barriga, acariciei... Vivi...

2-) _Você ouviu música clássica?

Ouvi bastante Mozart e músicas de ninar... Também ouvia CDs infantis mais agitados!

3-) _Quando você irá colocar o seu filho na escola? Você é professora e ainda não o colocou porquê?

Penso em colocar o Henrique na escola quando ele tiver mais ou menos 2 anos e meio. Não sou contra colocar uma criança menor na escola. Porém, como parei de trabalhar, resolvi "aproveitá-lo" por mais tempo. Colocaria com 2 anos, mas, como prefiro que ele inicie as aulas no começo do ano e ele é de junho, vou esperar mais um pouco. Pelo menos é o que eu pretendo!

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Vejam bem, essas são as minhas respostas (para a minha vida). Não quer dizer que outras pessoas tenham que fazer o mesmo que eu.
Se você pretende ser mãe e não pode ou não quer parar de trabalhar, não pare. Uma mãe feliz faz o filho mais feliz do que uma mãe infeliz. Se você teme não ficar muito tempo com o seu filho, se preocupe em qualidade de tempo: quando estiver com ele, aproveite esses momentos, brinque com ele, leia para ele, cante com ele... 
Se preocupe em saber o que acontece com o seu filho: como ele está com a babá ou na escola, o que ele come em casa e na escola, como a lancheira dele vai para a escola (muitas cuidadoras não cuidam muito da higiene e das lancheiras das crianças... - essa é uma dica de professora que já viu de tudo!). Se preocupe com o que ele faz em casa: se brinca (como, com o que e com quem), assiste TV (o que e quando assiste), se escova os dentes, cumpre os horários, faz lição e estuda (se necessário - dependendo da idade)...
Procure ter uma gravidez tranquila mesmo se tiver que trabalhar... Leve a vida menos a sério! Ria mais... Se falarem coisas que te deixam nervosa, deixe entrar por um ouvido e sair pelo outro... Ame muito o seu marido, namorado, parceiro! Se divirtam juntos!
Depois que seu filho nascer, aproveite os finais de semana, passeiem juntos...
Dizem que ouvir música clássica é bom, tente, não custa nada!!!
Coloque o seu filho na escola quando VOCÊ achar que é hora. Na escola que você achar melhor... Pai e mãe sentem qual é a melhor escola!

Estão vendo! Não é tão difícil e assustador!

Mais uma vez volto a dizer: Iremos errar e acertar, mas acertaremos muito mais!!!

Coragem e comecem as tentativas!!!

Beijos!


Lívia.

14 comentários:

Ivna Pinna disse...

Li, concordo em gênero, número e grau. Eu optei por ficar em casa, o que não quer dizer que só tenha o lado positivo nisso, tudo tem dois lados. Mas eu fiz o que era mais conveniente pra mim e pra minha família. Qnto o questão da escola, meu filho só vai próximo ano, depois que completar 3 anos e tbm foi uma opção minha, que fez bem pra mim, pra ele e família como um todo.
Cada um vai se adaptando a nova rotina depois que tem um bb, e as coisas tendem se encaminhar normalmente.
E não precisa se preocupar antes da hora, tudo tem seu tempo. Acho que seu post foi bem legal sim!

Beijos

Mamãe-Paty disse...

Livia, a maternidade traz muitas responsabilidades, mudanças, abdicações... Mas cada "sacrifício" vale muito a pena e é compensado com o carinho que recebos dos nossos filhotes, né?
Beijos

Laiz disse...

Perfeito Li!!! Todas nós vamos mesmo errar e acertar, então que a gente faça o que realmente achamos melhor, não o que os outros esperam da gente né!? Adorei o post! Eu optei por colocar O Nino na escola, mesmo sabendo de todos os contras (e prós claro) e acho que não tem certo, ou errado, vai da dinâmica de cada lar, cada família, cada mãe, cada criança. bjinhosssss

Ariane disse...

Adorei! Já fiz a experiência de colocar o ARthur na escolinha com 1 ano e não gostei, tirei ele 6 meses depois. Acabei colocando por não estar conseguindo dar conta do recado aqui (não tenho ngm pra me ajudar) e tenho um pouco de receio de babás. Foi até bom por um lado mas tirei ele por varios motivos...

Agora só pretend colocar depois dos 2,5 ou 3, vamos ver...

beijos
Ariane

Ana Carolina disse...

Sei os desafios que vou ter que enfrentar, mas o desejo e a felicidade de estar com meu baby aqui dentro de mim concerteza me dá forças para enfrentar qualquer dificuldade. E quando eu fraquejar é só lembrar de como desejei ser mãe e agradecer a Deus a cada minuto essa dádiva. BJS

www.quasemaepai.blogspot.com

Susan disse...

Oi Lívia!
Ah, que gostoso seu recadinho no blog, fico muito feliz de vc ter gostado de lá.
Volte sempre sim tá!
Eu vim conhecer o seu... tô chegando!

Beijo grande!

Ana disse...

Sempre falei, se pensar muito a mulher não engravida. Kkk
Mas esse medo é bom.
Sinal que sabe da responsabilidade.
Eu tenho medo é daquelas que acham que tudo é fácil, é só contratar babá para cuidar de depois jogar na escola. Isso que é assustador...
Beijos!

Ilana Galhardi disse...

klOi, Li já havia gostado e concordado com seu outro post e este tb está muito bom! As perguntas que te fazem, muitos fazem e muitas mães têm dúvidas... Vc mostra muita segurança!
Cada criança é uma criança e cada mãe é cada mãe...
gde bjo

MÃE DO GUI disse...

Oi Li,

Concordo super com vc!!!
Tava numa dúvida crule com relaçõa a escola, pq o Gui é de setembro, faz 2 anos só em setembro, ai pensei em colocar ele com 1 ano e 10 meses, no meio do ano, marido acho uma bobagem e acha melhor colocar ele com 2 anos e 4 meses, no inicio do ano, lendo seu post estou mais tranquila, eheheh!!!

bjo Jana

Dai Santos disse...

Oi Livia, vim lhe retribuir a visita :)
E lhe dar os parabéns por ter um blog tão especial!

Bjos
Dai

Fabiana Alvim disse...

Lívia, parabéns pelo post lá no Astronauta!

Minha mais velha entrou na escolinha aos 2 anos e meio pq ELA pediu! E desde sempre nunca teve problemas de adaptação. Achei uma ótima fase!! Com 1 ano e 3 meses eu tinha tentado colocá-la mas ela adoeceu e só melhorou 3 meses depois... quando a tirei da creche.

Minha caçula, infelizmente, teve que ir pra creche ainda antes dos 4 meses... mas tem se saido bem!

Mas acho que a idade ideal é mesmo depois dos 2! Estou contigo!!

Diário da mãe e da filha disse...

Li, concordo com cada palavra que disse. Amo seu posts e seu blog!

Beijos

Minha Maria disse...

Adorei o texto, aqui e lá no Astronauta!
Já sigo vc!
Beijos nossos!
www.minhapequenamaria.com

aprendendo com o Theo disse...

Li...finalmente vim conhecer seu cantinho.....adorei seu blog e principalmente o titulo.....diversao em familia...ja estou seguindo...bjus