quarta-feira, 18 de maio de 2011

Blogagem Coletiva: Amamentação, as delícias e as dificuldades...


Fui convidada pela Ananda, do blog Projeto de Mãe a participar dessa Blogagem Coletiva. A Joana Heck foi quem fez o selinho!
Aceitei participar com muito prazer!!!


Para mim, a experiência de amamentar começou antes mesmo de eu engravidar. Começou num sonho: uma noite, sonhei que estava com meu filho nos braços amamentando, foi lindo!!! Acordei chorando de emoção!!!
Então engravidei e passei os nove meses sonhando com esse momento. Esperava amamentá-lo até os seis meses pelo menos...
Tive o Henrique de cesariana. É claro que eu preferia o parto normal, mas não deu. O Henrique não encaixou e eu não tive nem um dedo de dilatação, minha bolsa não rompeu, não tive contrações... Sem problemas, o mais importante era ter o Henrique ao meu lado e com saúde. Jamais colocaria a saúde dele em risco!
Assim que o vi pela primeira vez chorei e agradeci a Deus por ter me dado o presente mais valioso da minha vida e por ter me dado a dádiva de ser MÃE!
Me apaixonei ainda mais quando vi aquele rostinho, aquele olhos espressivos e curiosos, aquela boquinha minúscula, aquele narizinho arrebitado...
Logo na sala de recuperação eu já coloquei o Henrique no meu peito. Ele logo começou a sugar. Foi um dos momentos mais sublimes da minha vida! Meu bebê estava peladinho, só com uma touquinha na cabeça (estava muito frio e ele tinha tido soluço), agarradinho em meu colo, sugando ainda sem força o meu peito. Me lembro de cantar para ele nesse momento... Foi um momento tão lindo que é impossível descrever em palavras...
Depois, meu leite desceu e ele começou a mamar mesmo e eu comecei a sentir muita dor... Saiu sangue, doeu, doeu muito! Muitas vezes tive vontade de chorar, mas valeu a pena! Foram os momentos mais íntimos e maravilhosos entre eu e ele.
Eu tinha muito leite e tinha dificuldades para amamentar, o Henrique chegava a se afogar com tanto leite... Era almofadas e travesseiros no colo, embaixo dos braços, tudo para que a amamentação fosse o mais prazerosa possível para mim e para ele. Me descobri uma mãe zelosa, carinhosa, porém atrapalhada. No fim, deu tudo certo e a experiência de amamentar foi muito boa!!! Uma maravilha!!! Uma delícia!!!
Infelizmente, de um dia para o outro, meu leite SECOU! O Henrique tinha 4 meses. A médica acredita que foi por fatores emocionais. Só sei que foi horrível para mim. Me senti a pior mãe do mundo!!!
Acabou aquela ligação das mamadas de uma hora para outra. Meu filho tinha fome!!!
Foi terrível e eu demorei para aceitar a situação. Eu chorava muito!!! Cheguei a tomar remédios para estimular a volta do leite, não teve jeito. Infelizmente tive que passar a dar leite artificial para o meu pequeno e também incluí frutas na sua alimentação.
Hoje entendi que eu fiz de tudo para meu leite voltar e que amamentei o Henrique com o maior prazer enquanto eu pude. Não sou uma mãe ruim por conta da falta de leite que tive.
O meu filho aceitou o leite artificial numa boa e come super bem!!! Deus sabe o que faz e não nos deixa na mão!!!
Sinto muita saudades daqueles meses... Eu e meu filho... Ele mamando e eu amando!!!


Lívia.

10 comentários:

Milla Muglia disse...

Realmente é o momento mais intimo e maravilhoso do mundo entre mãe e filho!
Chorei 3 meses pq meu leite nao era o suficiente pra ele e usamos o metodo da translactação.
è a coisa mais linda do mundo!!!!
Bjkas!

Mari Hart disse...

Não importa o tempo, importa a intensidade! E pelo visto foi um aprendizado intenso! O fator psicológico é mesmo um grande vilão! Mas o mais importante é livrar-nos da culpa, ainda bem!

Bjos!!!

Anônimo disse...

Que lindo depoimento!
Isso só mostra que grande mãe você é!
Sempre lutou para amamentar o seu filho e isso é mais importante do que até quantos meses você o amamentou!

Beijos!

Ana.

Chama a mamãe disse...

Minha experiência também com a amamentação foi maravilhosa, mesmo fazendo cesariana, meu leite desceu quando ainda estava no hospital, a Eloise pegou o peito super bem, não tive problemas com rachaduras, meu leite não empedrou, enfim...tudo lindo e emocionante.
Pena também que por volta dos 4 meses meu leite começou a diminuir, e aos 7 meses secou de vez, coincidiu com o fato de eu ter voltado a trabalhar!!!
Mas tb acredito que fiz o melhor que pude.
Parabéns pra vc!!Para nós mães que amamentamos com tanta intensidade e alegria.
Bjos

Ananda Etges disse...

O Vítor também aceitou o leite artificial super bem. Menos mal, né?! Pelo menos assim a gente fica tranquila que eles vão continuar se desenvolvendo e crescendo, pois no fim das contas é o que importa!

Que bom que tu participou, Livia!

Beijos, Ananda.

http://projetodemae.wordpress.com/

Fanny Barbosa disse...

Que lindo! parabéns!!

Ana Campos disse...

Diferente de muitas e igual a outras tantas para mim foi muito difícil, me rendeu até uma depressão...mas tudo superado, cuidados e amor dobrados, estamos muito bem obrigado...
aí vai a minha participação...
http://soumaepravaler.blogspot.com/

Sarah disse...

Que lindo seu relato Lívia! Nossa, fiquei arrepiada com seu sonho.
Você está certa em não se culpar pelo leite ter secado, vc fez o que pôde, com certeza!
um beijo!
Sarah

Ilana Galhardi disse...

Oi, Lívia que lindo seu depoimento! É muito especial! E pode ter certeza que o Henrique terá muito orgulho e amor por esta mãe zelosa que fez tudo o que pode para amamentar mais e que, principalmente, não deixou de dar o grande alimento da alma: o amor!
Um grande abraço, minha querida amiga!

Re disse...

Li, bonito o post..sabe, eu, com esse receio que estou do leite nao ser suficiente, essa noite me peguei pedindo a Deus para que me desse no minimo 4 meses de amamentaçao para a Manuela...4 meses...se conseguir chegar ate la, ja ficarei feliz, se passar, serei eternamente grata, mas se nao der, paciencia, vou ficar arrasada assim como vc ficou, mas tenho em mente que o importante eh a Manu se alimentar e crescer com saude, isso sim. Bjs