sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Criança tem cada uma!!!

Hoje após ler o post da Priscilla (http://mae-de-duas.blogspot.com/), que falava das perguntas que as filhas dela fizeram para ela e das respostas dadas por ela e pelas filhas, resolvi escrever um pouco sobre o assunto.
Não como mãe, meu filho tem apenas oito meses.
Vou escrever da minha experiência como professora de educação infantil.


(Imagem tirada da internet)


1-
Minhas crianças (alunos) estavam sentadas em mesinhas de quatro. Uma delas vomitou na mesinha.
Eis que uma das crianças chega para mim e pergunta chateada:
_ Tia, eu sou ajudante do dia. Vou ter que limpar a mesinha?
Eu não pude me conter, caí na gargalhada e respondi:
_ É claro que não!


2-
Do nada meu aluno me pergunta (na frente da classe toda):
_ Tia, o que é tarado?
O silêncio paira no ar. A classe toda ficou me observando. Fiquei pensando no que responderia. Dependendo da minha resposta, podia ser que ela chegasse alterada até os ouvidos dos pais... Eu disse:
_ Vamos olhar no dicionário?
Então falei rapidamente:
_ Indivíduo provido de tara!
A maioria da classe, mesmo sem entender, se deu por satisfeita. Mas, uma das crianças não:
_ Não entendi!
Juro que apenas nesse caso respondi uma coisa dessas:
_ Se tivesse prestado atenção teria entendido!


Gente, nesse caso ser professor é pior que ser pai. A gente tem que pensar em tudo o que vai falar, os pais podem não gostar do que você vai falar para os filhos deles, cada um tem uma crença, uma religião, um jeito de falar as coisas para os filhos... Cada um acha o seu momento propício para dizer certas coisas e eu como professora não posso desrespeitá-los!!!


3-
Um aluno levou uma história do Bambi para eu ler para a classe.
(Eu deixava as crianças levarem quando quisessem e eu sempre dava um jeitinho de ler no final da aula, quando mais de uma criança levava e não dava tempo de ler os dois, um ficava para o dia seguinte, mas eu sempre lia.)
Eu estava lendo a história (não existe mais "estória") e eis que o Bambi começou a namorar a prima dele. Uma aluna me pergunta:
_ Tia, mas se namorar com primo o filho nasce com problema, não nasce?
A classe:
_ Por quê????
Eu fiquei um tempo parada pensando no que eu responderia, afinal eles nem ao menos sabiam como os bebês vinham ao mundo!!!
Então uma das crianças: _ A tia não sabe!!!!!!
Eu respondi: _ Só estou pensando para ver como é que eu posso explicar!
Então respondi:
_ Lembram que um dia eu expliquei que dentro do nosso corpo tem um monte de soldadinhos (que a gente não vê) que lutam para a gente não ficar doente (anticorpos)? Então, quando um primo e uma prima vão ter um bebê, algumas vezes esses soldadinhos lutam entre eles e acabam ficando fracos ou doentes e é por isso que pode acontecer de o bebê pode nascer com problemas!
Foi o jeito que eu encontrei de explicar! Ainda bem foi satisfatório!


4-
Crianças brigando porque uma acreditava que quando alguém morria virava anjo, outra acreditava que era enterrado, outra acreditava que se fosse bom ia morar no Céu e se fosse mau ia morar no Inferno, outra criança acreditava que as pessoas iam para o Paraíso, outra que viravam estrelas...
E me perguntaram quem tinha razão. E aí?
Primeiro que eu só sei que não viram estrelas, fora isso, não sei qual é a reposta.
Segundo: E a crença de cada família?
Então respondi: _ Cada família acredita em uma coisa diferente. Perguntem para a mamãe e para o papai no que eles acreditam. Nós acreditamos em alguma coisa mas temos que respeitar o que as outras famílias pensam e acreditam também. Ok?
Eles gostaram e nunca mais tive esse problema. Só com outras turmas!


Bom, hoje é disso que eu estou lembrando...


Nossas crianças são nossas riquezas, temos que tomar muito cuidado com nossas atitudes, exemplos e respostas.


Até mais!


Lívia.

8 comentários:

Renata disse...

Muito legal o post. Realmente deve ser uma responsabilidade imensa educar as crianças sem interferir na educação dos pais, e cada vez que vc acha que já viu tudo, eles aparecem com uma nova, rs... Vc parece estar se saindo muito bem :)
Bjs!

disse...

Realmente as crianãs são um barato!Eu tb já escutei cada uma rs.

Beijão amiga. ADOREI

Claudinha disse...

Oie amei a visitinha no blog viu? rsrrsss
Eu só sei que ri mto com essas histórias que vc contou; rsrsss
Imagina qdo for com nossos pequenos qtas histórias mais teremos para contar né?

Bjos e bom fds

Mãe de Duas disse...

Legal saber essas coisas do ponto de vista dos professores.
Uma vez a Stella chegou com um papo e que "sabe o que tinha na Terra antes dos dinossauros? Amebas!"
Achei curioso porque sabia que essa informação não tinha vindo nem de casa nem da TV. Fui assuntar na escola para sber o que eles andavam debatendo e batata! a prof. me disse que Stella sempre tinha perguntas além do conteúdo. E quando ela questionou sobre como nasceu o mundo,a coordenação orientou a prof a responder pelo lado científico.
Parabenizei a escola por ter dado uma resposta que instigasse a curiosidade e a pesquisa.

Bjs
Priscilla

Stella disse...

Quando eu era pequena minha mãe chamou um cara no transito de viado... ai eu perguntei mãe o q é viado? ai ela respondeu e um cara loiro, bonito dos olhos azuis... ai eu respondi... quando crescer quero casar com um viado kkk
bjs e bom final de semana

Milla Muglia disse...

Ei Livia!Que situação hein!As crianças realmente são de natureza curiosa, feliz é quem sabe lidar com isso da mesma forma que vc fez!
Obrigada por participar do nosso cantinho!!!
Bjkas!

projetodemae disse...

Minha mãe tbm é professora e volta e meia conta uma das "pérolas" dos alunos.

Um dia ela tava na sala de aula e outra professora foi até a porta dar parabéns pra ela, já que tinha ficado sabendo que ela seria avó. Um aluno ouviu e não perdeu a oportunidade: "Mas a sora nem é tão 'véia' pra ser vó".

Esses pequenos!

Beijos!

Lali disse...

Li, adorei os fatos com seus aluninhos!
As crianças cada vez mais nao se satisfazem com qualquer resposta, por isso os pais e formadores delas devem ser bem formados para educa-las e poder dar o exemplo!
:)